A Luz dos Aboim

23/09/2010

E ar fresco?

Filed under: SLB — Etiquetas: — ivo980 @ 20:57

Estive há pouco a ler declarações do novo treinador do Marítimo (Pedro Martins, ex-sportem), relativamente ao jogo que se realiza no próximo sábado, com o nosso Benfica. E é com tristeza que verifico que treinadores acabados de chegar à alta roda, mantenham as manhas dos seus manhosos predecessores.
«Nós achamos que o timing da actuação do Conselho de Arbitragem com a instituição Benfica, não é o melhor, é errado. Se fosse numa altura em que não houvesse jogos, poderia haver desenvolvimentos normais nessas declarações. Desta forma, é evidente que o árbitro do jogo deste sábado, infelizmente, vai estar condicionado. Não só pela pressão própria do jogo, que é um jogo exigente entre dois grandes clubes e por isso de grande responsabilidade, mas também pela condicionante criada pelo quartel-general da arbitragem. Vai haver mais pressão e vai condicioná-lo, infelizmente» afirmou.
Estas afirmações, não representam uma pressão sobre o árbitro por parte do “mister” do Marít’mo, pois não? Claro que não.

O futebol não é conhecido por ser uma escola de virtudes. E em Portugal, ainda menos. Em poucas actividades se mente tanto, e com um ar tão sério. Caso contrário, de que outra forma poderia o André Bilas Voas ter sequer a coragem de opinar relativamente à arbitragem, não só sobre o S.L. Benfica, mas também, e essencialmente, sobre o porto. Sugeriu, com a arrogância típica daquelas gentes, que o Benfica propusesse a repetição da partida com o Vitória, e pediu que o Sr. Pereira fizesse análises semelhantes à 10ª jornada. Ele lá saberá porquê…
Tão escandalosas como as arbitragens dos nossos jogos, têm sido os da tripeiragem, como se verificou na última partida, com o Nacional da Madeira, onde (mais) uma grande penalidade visível de Saturno, ficou por assinalar.

Para terminar, e por falar em mentir com uma cara séria, não posso deixar de fazer referência ao Paulo Sérgio, pobrezito.
As declarações no final do derby roçaram o patético, mas gabo-lhe a coragem para dizer que as equipas “tiveram as mesmas oportunidades”. Como se fôssemos do mesmo campeonato…

Saudações.

Anúncios

4 comentários »

  1. Todos falam da pressão sobre os árbitros e eu não percebo como é que pressionar um árbitro para apitar de forma correcta e isenta pode ser negativo. Então se me pressionarem para fazer o meu trabalho da melhor maneira possível devo ficar indignado?

    Esse André Boas limita-se a seguir um guião, passo a passo, na tentativa de seguir o mesmo caminho daquele com quem ele diz não querer ser comparado. Não tem é metade do jeito.

    Quanto ao Paulo Sérgio, começo a gostar dele como gostava do Paulo Bento. É preciso dizer mais?

    Comentar por kravi — 24/09/2010 @ 01:11

  2. É mesmo isso! Infelizmente, estes novos treinadorzecos que vão chegando ao futebol sentem automaticamente a necessidade de mostrar serviço aos hipotéticos futuros patrões! E mostrar serviço, neste caso, significa escamotear falhas pessoais, técnicas e de carácter, com ataques ao Glorioso… Assim, criam um capital de crédito junto de quem lhes pode vir a dar emprego no futuro… Triste!

    Quanto ao Paulo Sérgio, não sejam demasiado severos… O homem estaba a plantar batatas lá na huorta, cum as galochas e a camisa de flanela aos quadrados gigantes, quándo o chamaram pra bir pró Sportém..que lá de Lisbaua o queriam… O homem ainda está a perceber como funciona isto na Cxidade…

    Comentar por BLA — 24/09/2010 @ 09:58

  3. Dá para entender que voltamos (nós, Benfica) a estar sós contra esta escumalha (ralé) que se vende por dois vinténs. São uns miseráves que nem se dão conta de que fazem o frete e ainda ficam a dever favores ao padrinho. É mais uma consequência da ilibação decretada pelos tribunais civis dos arguidos no processo do apito doirado.
    Foi agora este vendido do marítimo, foram antes os do braga, crac e guimarães. Mais do que pressão, acho que se trata de intervenções concertadas que mostram claramente aos apitadores de serviço até onde podem ir. Até o presidente da associação de futebol de lisboa, onde o nosso Clube está filiado, em vez de defender o seu associado e pugnar pela verdade desportiva, preferiu fazer o frete e atacar a posição assumida pelo Benfica sobre as arbitragens, para tentar obter (digo eu) o apoio dos corruptos na sua hipotética candidatura a presidente da fpf. Não me esqueço de que, mesmo antes de iniciarmos os jogos para a liga, a nossa equipa foi apelidada de ser um grupo de “caceteiros”. Ñão é que, a partir daí, em todos os jogos que disputámos internamente, têm chovido cartões amarelos que acho que já nos colocam como a equipa mais indisciplinada da competição? Permitam-me o desabafo, mas já não há pachorra. É por isto que continuo a defender que devíamos opor-nos institucionalmente a estes desmandos. Não se trata de dar atenção ou responder aos comentadores que pululam na comunicação social a fazer fretes ao padrinho e sus muchachos. Tratar-se-ia apenas de contrapor as intervenções de responsáveis noutros clubes ou em entidades públicas colectivas, as quais estão a condicionar a prestação das equipas de arbitragem.
    Quanto à lagartada, é de risos. O ódio que continuam a destilar contra o nosso Glorioso Clube há-de cegá-los e conduzi-los à falência. Nem repararam que o crac já trocou de aliado e continuam à espera que lhes caiba alguma migalhita nos despojos. Não tenho pena deles! Amanhã é para ganhar categoricamente, com ou sem erros de arbitragem que nos possam prejudicar.

    Comentar por Mr C — 24/09/2010 @ 17:11

  4. Só um reparo, que vai de encontro ao que eu quero dizer quando acho que não lhes devemos dar a importância que eles não têm:

    1) Eu não ouvi o palerma lá de cima dizer isso dos caceteiros. Talvez tenha lido no jornal, mas foi coisa que rapidamente esqueci, como aliás acontece com todas as alarvidades do género.

    2) Já foi há tanto tempo e fez tão pouco sentido que nunca ouvi ninguém que valha a pena ouvir acusar o Glorioso de ser uma equipa violenta.

    3) A única razão para estarmos a usar na mesma frase as palavras “Benfica” e “caceteiros” é porque esse palerma as decidiu juntar e abrir a boca.

    4) Assim, e ainda que com a melhor das intenções (defender o Glorioso!), é que se perpetuam as palavras desse gajo.

    Volto a dizer, é ignorá-los!

    Para contrariarmos cada mentira que eles dizem, acabamos nós também por nos referir a ela e lhe dar voz! E é isso que eles querem, que as mentiras que inventam andem de boca em boca.

    Comentar por kravi — 27/09/2010 @ 03:28


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: