A Luz dos Aboim

23/12/2010

Feliz Natal !!

Filed under: Geral — Etiquetas: — BLA @ 18:46

Para todos os incansáveis bloguers aqui presentes…

E para alguns «acidentais» transeuntes que por aqui passem…

Neste primeiro Natal do nosso Blog…

Anúncios

19/12/2010

Estatísticas SLB – RAFC

Filed under: Estatísticas, SLB — Etiquetas:, , — kravi @ 03:45

17/12/2010

Antevisão do SL Benfica – Rio Ave

Filed under: Estatísticas, SLB — Etiquetas:, , — BLA @ 11:55

Sábado – 18.12.2010 – 17h00


 

 

Como se constata, a tendência dos confrontos na Catedral entre Benfica e Rio Ave desde 1997 tem desfecho claramente favorável ao Glorioso. Cinco vitórias, dois empates e zero derrotas! No entanto, sofrer 8 golos em 7 jogos contra o Rio Ave, em casa, é claramente menos bom…

Mais uma vez, o marcador de serviço nestes jogos foi o Nuno Gomes, com três golos. Ainda assim, o Cardozo tem boas hipóteses de o igualar ou ultrapassar, pois é o único destes jogadores que continua a actuar regularmente pelo Glorioso.

A média de golos destes jogos aponta para um resultado-tendência de 2-1 para o Glorioso. Vamos a eles!

13/12/2010

Estatísticas SLB – SCB

Filed under: Estatísticas, SLB — Etiquetas:, , — kravi @ 03:04

10/12/2010

Antevisão do SL Benfica – Sp. Braga

Filed under: Estatísticas, SLB — Etiquetas:, , — BLA @ 17:10


 

Domingo, dia 12-12-2010, o Glorioso defronta o Sp. Braga para a  4ª eliminatória da Taça de Portugal. Como antevisão deste jogo, deixo aqui umas breves estatísticas acerca dos confrontos SLB – Braga aos quais, durante já alguns anos, os elementos deste Clã Benfiquista foram assistindo ao vivo:

 

 

 

Como se pode verificar, a tendência é claramente favorável ao Glorioso, sendo que nunca os elementos deste Clã viram a sua equipa perder com Sp. Braga! 64% de vitórias nos jogos disputados é um óptimo registo, ainda que o Braga de há 13 anos seja substancialmente diferente do de hoje. No entanto, também o Benfica mudou muito. Felizmente…

Também nunca assistimos a jogos contra o Braga que não tenham sido para o Campeonato Nacional, pelo que é uma estreia. O Nuno Gomes foi quem vimos (ao vivo) marcar mais golos ao Braga, com 3 tentos.

O resultado mais vezes registado é a vitória do Benfica por 1-0. No entanto, a média de golos marcados aponta para um 2-0 a favor do Glorioso. Vamos a eles!

09/12/2010

The time is..now!

Filed under: SLB — Etiquetas:, , — BLA @ 14:34

Nunca fui apologista de drásticas mudanças de treinador a meio de uma época. Esse estilo de gestão desportiva muito utilizada por anteriores Direcções do Glorioso lançou-nos pelas ruas da amargura durante vários anos. Foram inúmeros os despedimentos, as onerosas indeminizações, as novas contratações do tal treinador, os infindáveis “períodos experimentais”, etc…

A meu ver, a gestão desportiva – hoje em dia muito semelhante à gestão empresarial – tem que assentar em projectos e modelos de desempenho muito bem definidos. Estabelecem-se objectivos, contrata-se (dentro das possibilidades) de forma a fazer cumprir os objectivos e, por fim, avalia-se. Um objectivo só é obviamente considerado concretizado (ou não concretizado) no final dos trabalhos. Logo, na minha óptica de sempre em relação à bola, despedir treinadores a meio de uma época não é fazer uma avaliação consciente do cumprimento ou não dos objectivos – é populismo.

Como em tudo, existem sempre condicionantes que tornam cada caso um caso único, e não obstante tudo isto, a situação que se nos depara neste momento em relação ao Glorioso é subtancialmente diferente. E é substancialmente diferente na medida em que não estamos a falar de um qualquer Jupp Heynckes ou Graeme Souness, recém chegado ao futebol português e ao Glorioso, que nada saiba do clube (o «Benfica Football Club» do escocês é lendário…), da sua história ou das suas eternas obrigações na forma de encarar os adversários e competições. Não estamos também a falar de um plantel de jogadores que tenham sido maioritariamente recém contratados, também eles a necessitar de “adaptação”. E também não estamos a falar de tácticas, movimentos, métodos de trabalho que sejam substancialmente diferentes dos que vigoravam.

Estamos, sim, a falar de uma equipa e de um treinador que levou essa mesma equipa a um patamar muitíssimo elevado na época passada! Um plantel ao qual as únicas alterações feitas foram a venda de dois importantes activos e a sua (não muito acertada) “substituição” por dois ou três outros. Ou seja, um plantel que é, na sua essência, o mesmo da gloriosa época passada, utilizando os mesmos métodos de trabalho e as mesmas ideias tácticas! Para tão grande descalabro ter acontecido, tão grande diferença de comportamentos entre a época passada e a presente, algo muito sério se está a passar – a mensagem do treinador já não chega ao destino.

E, quando um dos elementos de uma equipa não só não acrescenta nada à mesma, como ainda perde a autoridade sobre os elementos que dirige via cabais demonstrações de falta de ideias (logo, competência), esse elemento passa a ser dispensável. Quer se queira quer não se queira, quer custe ou não custe, neste momento o JJ não é parte da solução, mas sim parte do problema do Glorioso!

Avaliar a concretização dos objectivos nesta altura da época pode parecer, à luz do que disse anteriormente, prematuro. Mas, se virmos bem, um dos objectivos (Oitavos-de-Final da Liga dos Campeões) já foi irremediavelmente (e de forma humilhante) perdido. No Campeonato, apesar de nem a meio termos chegado, as exibições são progressivamente mais e mais sofríveis, a equipa não parece querer continuar a lutar e so uma hecatombe nada normal para os lados das Antas lançaria novo fôlego a uma equipa que já há algum tempo o perdeu. Restam as Taças e a Liga Europa.

«Ainda há muito para jogar», dirão uns. E que «nada está irremediavelmente perdido», dirão outros. Concordo em absoluto. E é exactamente por isso que defendo a introdução de um novo líder – porque muito está, ainda, em jogo. E porque, com o JJ já nada resulta. A falta de inteligência e de capacidade de aprender com os próprios erros que demonstrou ao proferir as recentes declarações de que «podemos chegar ainda mais longe na Liga Europa», quando acabámos por precisar de uma dádiva do Lyon a dois minutos do final do jogo para sequer sermos apurados para a dita competição, foi para mim o esgotar da paciência. Acabou-se!

Há que pensar muito bem nas alternativas que possam existir neste momento. Alternativas que garantam o regresso dos jogadores ao nível de qualidade da época passada, sem que  necessárias sejam alterações profundas ao plantel, ou aos modelos tácticos a que já estão mais habituados.  Alternativas que se saibam e consigam impor no balneário – créditos firmados e inquestionáveis. Nunca mudar só por mudar – mudar com critério e para melhor.

O tempo do JJ esgotou-se. Sinto que, com ele, só continuaremos a piorar gradualmente. A alegria do nosso futebol esfumou-se há muito e, com ela, infelizmente, a qualidade também. The time is now…

Benfica somos nós! Viva o Glorioso!

Estatísticas SLB – FCS

Filed under: Estatísticas, SLB — Etiquetas:, , — kravi @ 01:49

07/12/2010

Podemos estejar descansados

Filed under: SLB — ivo980 @ 12:40

‎No lançamento para o jogo de hoje à noite, com o Schalke, JJ fez um balanço da Champions até à data: “Esses jogos FEZ com que a equipa crescesse, e VAIA estar mais forte na EUROLIGA”
E entretanto já aponta (novamente) para as meias-finais.
Nada temos que temer.

04/12/2010

Estatísticas SLB – SCO

Filed under: Estatísticas, SLB — Etiquetas:, , — kravi @ 02:48

03/12/2010

Modalidades de alto rendimento

Filed under: SLB — Etiquetas:, , , , , — Carlos @ 12:57

Os recentes maus resultados do futebol sénior, contra o crac e na Liga dos Campeões, deixaram-me nitidamente abatido e sem vontade de comentar sobre o Glorioso. Apesar disso, continuo a manter a esperança de que a equipa irá retomar o caminho do êxito, rumo à renovação do título de campeã nacional e chegar longe nas restantes provas que irá disputar. As vitórias acabarão por curar a maior parte das mágoas.

No entanto, apesar do desânimo sentido, as restantes modalidades do Clube não deveriam ter ficado esquecidas, pois são dignas de destaque e da atenção e apoio dos sócios e adeptos.

Refiro-me a modalidades de alto rendimento como o futsal, basquetebol, andebol, hóquei em patins e voleibol. Na verdade, todas elas se empenham em vencer os respectivos campeonatos e taças e chegar longe nas competições internacionais que disputam.

Começarei assim por referir a excelente qualificação da nossa equipa de futsal para a final-four da UEFA Futsal Cup 2010/2011 que se irá disputar em Abril do próximo ano, assim como a magnífica vitória sobre o sporting por 4-2 na passada quarta-feira.

 

A equipa de basquetebol que procura conquistar a Liga Portuguesa pela terceira vez consecutiva alcançou 2 excelentes vitórias em casa para a Taça Eurochalenge contra adversários mais experientes do que a generalidade dos que defronta internamente. Foi o regresso das noites europeias de basquetebol à Luz, com excelentes resultados. Segue-se, nesta competição, a recepção aos búlgaros do Lukoil Academic na próxima quarta-feira, dia 8 de Dezembro.

 

No Andebol, a nossa equipa também disputa a conquista do campeonato nacional e obteve no passado fim de semana 2 vitórias ante o Steua de Bucareste que lhe conferiram a passagem aos oitavos de final da Chalenge Cup. É mais um feito relevante e que prestigia o Clube. O próximo adversário nesta competição irá ser a equipa ucraniana do Motor de Zaporozia.

 

A equipa de Hóquei em patins, após ter ganho brilhantemente a Supertaça António Livramento, em Setembro passado, tem como objectivo principal conquistar o Campeonato Nacional da 1.ª Divisão. Para esta competição, recebemos dia 4 de Dezembro a Oliveirense, nosso adversário directo. A equipa tem mostrado muita coesão e acerto dando mostras de que tem competência para alcançar o objectivo traçado.

 

Finalmente, o Voleibol lidera a classificação do Campeonato Nacional A1 – 1ª Fase e a equipa tem-se apresentado muito competitiva e mostrando capacidade de reconquistar o título nacional na presente época. Vamos ver o que a fase seguinte da competição ditará. Para já, estão de parabéns.

 

Realço ainda que todas as modalidades referidas continuam a apostar na formação e que todas as semanas inúmeras equipas dos escalões jovens estão em competição.

Desta forma, procuro dar o relevo devido às modalidades que tanto têm contribuído para o engrandecimento do nosso Clube.

Glória aos vencedores!

Viva o Sport Lisboa e Benfica!

Older Posts »

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: