A Luz dos Aboim

12/05/2011

Breve Biografia de Pablo Aimar

Filed under: Biografias, SLB — Carlos @ 20:49

Na sequência de ter sido considerado o melhor jogador do mês de Abril de 2011, pelos votantes do nosso blogue, aqui fica uma brevíssima biografia sobre Pablo Aimar.

Pablo César Aimar Giordano nasceu em 3 de Novembro de 1979 em Río Cuarto, a segunda cidade mais importante da Província de Córdoba, na Argentina.

Possui uma técnica apuradíssima e velocidade que lhe permitem ser um excelente organizador de jogo.

Iniciou-se como futebolista no River Plate.

Estreou-se na Primeira Divisão argentina em 11 de Agosto de 1996, ao serviço daquele Clube e marcou o primeiro golo a 20 de Fevereiro de 1998 contra o Clube Atlético Rosário Central.

No River Plate jogou ao lado de Javier Saviola com quem estabeleceu uma sólida amizade. O entendimento entre ambos é extraordinário e proporciona, ainda hoje, belos lances de futebol.

O seu posicionamento em campo é o de um clássico número 10.

Na época 2000/01 foi transferido para o Valência C. F. de Espanha, ao serviço do qual mostrou todas as suas qualidades futebolísticas, tornando-se num dos seus símbolos.

Na época 2006/07 transferiu-se para o Real Zaragoza onde jogou durante dois anos. Foi um período em que teve sucessivas lesões que contribuíram para um fraco rendimento desportivo.

Chegou ao Sport Lisboa e Benfica no início da época 2008/09, tendo assinado um contrato com a duração de quatro anos.

A sua primeira época ao serviço do Benfica não correu muito bem mas a partir da época seguinte tem brilhado e encantado os adeptos e todos os que gostam de futebol com a sua enorme classe e virtuosismo.

Tem 1,69 m de altura, 65 Kg de peso e veste a camisola com o número 10 que herdou de Rui Costa.

Jogou pela Selecção Argentina de sub-20 entre 1997 e 1999 e a partir daí pela Selecção principal.

Participou no Mundial da Coreia/Japão, em 2002, e no da Alemanha, em 2006, usando o número 16.

A excelente forma que alcançou no Benfica fez com que, aos 29 anos, após 2 anos de ausência nas convocatórias para a Selecção, tivesse sido chamado para os jogos decisivos da fase de apuramento sul-americana para o Campeonato do Mundo de 2010, na África do Sul, contra o Peru, em 10 de Outubro de 2009 e o Uruguai, em 14 de Outubro de 2009. Foi titular contra o Peru e fez um magnífico jogo.

Clube de Formação:

River Plate (1995-1997)

Clubes que representou como profissional:

River Plate (1997-2000)

Valência C. F. (2001-2006)

Real Zaragoza (2006-2008)

Sport Lisboa e Benfica (desde 2008)

Títulos conquistados:

River Plate

Campeonato Argentino (Apertura) – 1997 e 1998

Supertaça Libertadores – 1997

Campeonato Argentino (Clausura) – 2000

Valência C. F.

Campeonato Espanhol (2001/02 e 2003/04)

Taça UEFA (2003/04)

Supertaça Europeia (2004)

Sport Lisboa e Benfica

Taça da Liga (2008/09, 2009/10 e 2009/10)

Liga Sagres 2009/10

Selecção Argentina

Campeonato Sul-americano de Sub-20 (1997)

Campeonato Mundial de Sub-20 (1997)

Campeonato Sul-americano de Sub-20 (1999)

Distinções pessoais

Escolhido para a Equipa Ideal da América em 1999

Escolhido para a Equipa Ideal da América em 2000

Terceiro melhor jogador sul-americano do Campeonato Espanhol (troféu EFE) na época 2001/02

Melhor jogador sul-americano do Campeonato Espanhol (troféu EFE) na época 2005/06

Anúncios

3 comentários »

  1. Simplesmente genial!
    Há uns anos, sonhava com ter um jogador destes no Glorioso – hoje, têmo-lo cá!
    Observá-lo em campo dá-nos um prazer enorme. É isto, o futebol!
    A forma como “trata” a bola, a magia com que desencanta jogadas geniais, fantástico. Dá-me um gozo imenso vê-lo com a nossa camisola, a espalhar classe pelo campo!
    É sinónimo de futebol bem jogado. Tem-nos dado muitas alegrias. Esperemos que cá continue, a deslumbrar-nos constantemente.

    Viva o Glorioso e viva o Pablito!

    Comentar por BLA — 12/05/2011 @ 21:20

  2. Depois de alguns anos atrapalhado com lesões, está na melhor forma da carreira.

    Se é verdade que precisa de um cuidado físico especial para que possa jogar regulamente, não é menos verdade que o tem feito quase sempre!

    O Pablito é pura classe, e poder vê-lo ao vivo é um privilégio que devemos aproveitar ao máximo enquanto podemos!

    Viva o Glorioso!

    Comentar por kravi — 16/05/2011 @ 11:39

  3. […] – Pablo Aimar […]

    Pingback por Galardões Cosme Damião 2012 « A Luz dos Aboim — 10/02/2012 @ 15:33


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: