A Luz dos Aboim

15/06/2011

Nuno Gomes olé!

Filed under: SLB — Carlos @ 11:56

Nuno Gomes anunciou hoje, no seu site oficial, o adeus ao Benfica:

«Em virtude das muitas notícias publicadas sobre a minha situação no Benfica, venho, por este meio, esclarecer o sucedido. Hoje, fui informado, definitivamente, que o Benfica decidiu não renovar o contrato que tinha comigo. É uma opção técnica que respeito como sempre respeitei, concordando ou não. A partir deste momento sinto-me livre de analisar todas as propostas que possam surgir e escolher o meu futuro. Despeço-me do Benfica, desejando toda a sorte do Mundo e com a certeza de ter dado tudo por esta camisola dentro e fora do campo. Gostaria de me ter despedido dos Adeptos dentro de campo para Lhes agradecer tudo o que me deram mas encontrarei outra forma de o fazer. Obrigado por tudo. Forte abraço. Nuno Gomes»
in A Bola, 11:15 – 15-06-2011
Lamento profundamente este desfecho para uma ligação do jogador ao Clube que durou 12 anos.
Esperava muito mais dos nossos dirigentes na gestão deste caso e custa-me ver partir, sem a merecida homenagem, um jogador que foi um exemplo de profissionalismo e dedicação ao Clube.
Salvé Nuno Gomes!
Viva o Sport Lisboa e Benfica
Anúncios

5 comentários »

  1. Também não gosto de o ver partir. Tenho muita pena e acho que o balneário perde uma grande referência, fica mais pobre e com menos jogadores que realmente sentem o clube.
    Penso que o Nuno merece uma homenagem digna, e espero que ainda haja oportunidade de a realizar. Vamos ver.

    Dito isto, o comunicado do SLB no site oficial parece-me claro no que respeita ao que aconteceu:

    “Até breve, Nuno!
    Foi endereçado, de forma reiterada, um convite a Nuno Gomes para integrar, a partir da próxima época, a estrutura da Benfica, SAD. O atleta deixou claro que pretende jogar durante, pelo menos, mais uma temporada.
    Agradecendo a Nuno Gomes o seu percurso, o seu trabalho e dedicação ao Clube, a Benfica, SAD quer desejar-lhe as maiores felicidades desportivas, deixando claro que as portas desta casa estarão sempre abertas para quando ele entenda terminar a sua carreira desportiva.”

    (link: http://www.slbenfica.pt/Informacao/Futebol/Noticias/noticiasfutebol_clubecomunicadonunogomes_150611_80667.asp)

    É uma situação triste, sem dúvida, mas penso que só nos resta compreender as posições de ambas as partes:
    – De um lado um clube que, por ter opções melhores para aquela posição, não pode oferecer ao jogador a oportunidade de jogar regularmente.
    – Do outro, um jogador que sente que ainda pode render mais um ou dois anos em bom nível e que quer, por isso mesmo, jogar regularmente.

    Não me parece razoável pedir ao Nuno para passar mais um ano parado (talvez o último!), tal como não me parece razoável esperar que o Cardozo, o Saviola, o Jara, o Kardec, o Rodrigo ou o Nelson Oliveira fiquem no banco várias vezes para o Nuno poder jogar.

    Viva o Benfica!

    Comentar por kravi — 15/06/2011 @ 12:41

    • Não quero ser polémico mas não se trata de “ter opções melhores para aquela posição”!

      Pura e simplesmente não existe nenhuma alternativa ao Nuno Gomes para integrar o plantel!

      Se não existisse o Nuno Gomes, teríamos de nos conformar e lamentar. Mas existindo, é um desperdício.

      Salvé Capitão!

      Viva o Sport Lisboa e Benfica!

      Comentar por C — 15/06/2011 @ 17:41

  2. É óbvio que não há ninguém que substitua o Nuno no plantel mas, infelizmente, a questão não é essa.

    A questão é que ele quer jogar durante o que vai ser, muito provavelmente, o seu último ano de futebolista, e no nosso onze inicial não há espaço para ele (acho difícil que alguém pense o contrário).

    Caso ele se sentisse confortável jogando muito pouco como aconteceu este ano, acredito que se teria arranjado uma solução para que ele ficasse.
    Resta-me dizer que acho perfeitamente legítimo que ele queira jogar com regularidade, até porque acho que ainda tem muito para oferecer se encontrar as condições certas. Espero vê-lo na selecção no Euro 2012.

    Estou triste por vê-lo partir, e ainda tenho esperança que lhe prestem a devida homenagem num dos próximos jogos na Luz, mas não vejo como esta situação se poderia ter resolvido de outra maneira.

    Comentar por kravi — 15/06/2011 @ 18:16

  3. Esta não é uma situação fácil de comentar, na minha opinião. E já explico porquê.

    Primeiro gostava de enaltecer o grande jogador que foi pelo nosso Glorioso e agradecer ao Nuno Gomes os anos de futebol e os golos que nos proporcionou. Não digo que era o último símbolo do clube – pois acredito que o Luisão também o é e que o Moreira, a outro nível, também tem o carinho que a massa adepta dispensa às “caras” associadas ao Benfica – mas os anos que tinha de casa e a média da qualidade exibicional que demonstrou pelo Glorioso, fazem dele uma das grandes figuras dos últimos anos. E este facto é tanto mais importante quando temos em conta que os últimos 15/16 anos foram muitíssimo parcos em bons jogadores que tenham feito carreira pelo Glorioso.
    O Nuno nunca foi o melhor finalizador, mas sempre foi muito esforçado e batalhador, aparecendo muitíssimas vezes nas zonas de decisão das jogadas e fazendo inúmeros golos. Nunca foi o mais tecnicista, mas sempre conseguiu dotar as suas jogadas de boa qualidade técnica. O Nuno sempre foi ponderado e inteligente no discurso, daí ter sido nomeado repetidamente Capitão de equipa (mesmo se, em termos de liderança, nunca tenha sido o Líder mais forte das várias equipas que tivemos). Foi um grande goleador que passou pela nossa casa e ficará para sempre na história do Glorioso como um dos maiores. Em tempos em que o Glorioso não foi o Glorioso de outrora e em que não foi fácil marcar os inúmeros golos que marcou. Obrigado Nuno Gomes e até sempre!

    Relativamente à questão da sua saída e a forma como, de parte a parte, ela foi executada:
    – O Nuno Gomes, apesar dos inúmeros golos que sempre marcou, nunca foi o avançado mais eficaz do mundo. A recente super-eficácia de 5 golos em 95 minutos (ou qualquer coisa parecida), da qual todos gostam de falar, não é a real eficácia que este avançado tem no seu jogo. Nós sabemos que não é – sabemo-lo bem, após 12 anos de visualizações in loco. Não é, de maneira nenhuma, uma estatística de se desprezar, esta recente. E concordo plenamente que poderia ter tido mais oportunidades, uma vez que estava «on fire». Mas podemos dizer isso de praticamente todos os que foram “eternos” suplentes durante esta época – fruto da péssima capacidade do JJ em fazer a rotatividade dos jogadores, sejam eles quais forem! Portanto, a meu ver, o Nuno seria sempre a 5ª opção para jogar na frente (atrás de Cardozo, Saviola, Jara e Kardec). O que não quer dizer que não pudesse ter jogado mais, como já expliquei.
    – Face à proximidade da sua “reforma”, o Nuno quis (e muito bem) jogar pelo menos mais uma época. Mas jogar é jogar, não é “aquecer o banco”, como tem sido o seu passado recente. Face a esta sua vontade e à condição de suplente a que está (por razões lógicas, na minha opinião) votado no Benfica, é absolutamente natural que as partes tenham decidido não prolongar o vínculo que as unia, permitindo-se ao jogador procurar uma outra situação onde possa fazer aquilo que quer e gosta.
    – Até agora, tudo lógico, na minha opinião – temos, inclusive, que pensar se isto não terá sido uma decisão que partiu mais do próprio jogador do que propriamente do clube, uma vez que o clube não conseguiu proporcionar ao jogador as condições de titularidade indiscutível (ou um certo número de aparições por ano) para que este se pudesse sentir “confortável” e acabasse por querer ficar.
    – A grande questão que baralha estas contas é o facto de não termos no balneário muitas mais figuras de liderança e que simbolizem o clube como o Nuno Gomes. Partindo desta noção, seria expectável que o nosso clube fizesse todos os esforços para o manter cá. Mas também é lógico que não podemos oferecer ao jogador condições que prejudiquem a própria equipa – não podemos dizer ao Nuno Gomes que lhe vamos dar a titularidade em todos os jogos, de forma a irmos de encontro às suas ambições e o conseguirmos manter cá, quando isso não é viável, em termos dos resultados que pretendemos obter. Um clube não pode ficar refém de um treinador e das suas opções técnicas, é verdade. Mas isso também o é para as grandes figuras e jogadores e as suas ambições. Tem a ambição de jogar muitas mais vezes, mas talvez o Benfica não lhe possa oferecer isso. Não seria uma forma aceitável de se conseguir manter um dos Capitães e símbolos do clube – fazê-lo às custas da qualidade de jogo da equipa seria um tiro no pé.
    – Não é uma opinião consensual, admito. Gosto tanto do Nuno Gomes como vocês todos. Mas, se era a sua vontade jogar regularmente, e se o Benfica acha que não lhe pode garantir isso, o mais acertado e justo para todos será que cada um siga o seu caminho… Com muita pena que tenho que não permaneça por cá, ensinado os nossos jovens e ajudando ao bom ambiente e passar da mensagem benfiquista. Fará falta, muita!

    Nuno Gomes, olé! Será sempre um dos nossos!
    Viva o Glorioso!

    Comentar por BLA — 15/06/2011 @ 21:26

  4. É de facto uma situação delicada, até pelos contornos emocionais que acarreta. Mas analisando friamente, e face às posições do clube e do jogador, não me parece que restasse alternativa. O Nuno sempre foi um atleta exemplar, e mais que isso, um homenzinho a sério. Espero que a direcção saiba homenageá-lo devidamente.

    Comentar por ivo980 — 18/06/2011 @ 20:54


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: