A Luz dos Aboim

Fundação Benfica


Sinto um orgulho enorme em pertencer e me envolver com um clube que tem um projecto como este e o leva por diante.

A Fundação Benfica é uma instituição sem fins lucrativos que promove o desporto, através da concepção, planificação e implementação de diversos projectos de carácter social, educacional, ambiental e de saúde, como forma de contribuir para a qualidade de vida do ser humano, em particular de crianças e jovens.

CONTACTOS:

Fundação Benfica
Avenida General Norton de Matos
Estádio da Luz – Porta 1
1500-313 Lisboa

e-mail:fundacao@slbenfica.pt

I

Em  27/01/2009 nasceu a Fundação Benfica.

Intervenção de Luís Filipe Vieira, Presidente do Sport Lisboa e Benfica, Por ocasião da formalização da Fundação Benfica (in site oficial do SLB):

“Permitam-me que inicie esta intervenção dando conta da minha enorme satisfação e do muito empenho que pus na constituição da Fundação Benfica.

Esta Fundação reflecte o Benfica, a nossa identidade, o que fomos e o que queremos ser. Reflecte muito do que imaginei e desejei quando aqui cheguei!

Ao acto formal que acabou de se realizar, segue-se o mais importante: pôr de pé uma estrutura capaz de responder aos desafios da sociedade.

Tenho plena confiança de que vamos estar à altura do desafio, ainda que o caminho seja longo e difícil.

Sempre entendi que a grandeza e a dimensão do Benfica não fazem sentido se, ao mesmo tempo, perdermos a capacidade de nos inquietar com as dificuldades, com as desigualdades sociais, com as várias formas de sofrimento com que diariamente somos confrontados.

A situação económica actual e a conjuntura internacional que se adivinha fazem com que aumente a nossa responsabilidade enquanto agentes de intervenção em relação aos mais desfavorecidos.

O Benfica, já o disse repetidamente, são pessoas. O Benfica existe em função das pessoas, e é exactamente para elas que esta Fundação é constituída.

As pessoas serão sempre a origem, os destinatários e a razão da nossa Fundação!

O que hoje aqui assinalamos é apenas o ponto de partida de uma instituição que deve congregar muitas vontades, que tem de conseguir reunir à sua volta empresas, instituições financeiras, autarquias e, até, outras Fundações.

Não podemos desistir da construção de uma sociedade mais justa, mais solidária, mais generosa!

O Benfica foi, é, e será sempre um clube solidário!

Assim sendo, o combate a problemas sociais tem de ser prioritário, assumindo desde já que as crianças serão a nossa principal preocupação.

Principal mas não exclusiva, uma vez que, infelizmente, os problemas de exclusão social, de pobreza extrema, de marginalização afectam a todos!

Para alcançar o objectivo que traçámos é indispensável mantermos o inconformismo e a sensibilidade necessárias para saber dirigir a nossa acção àqueles que verdadeiramente mais precisam!

Trata-se de fortalecer o espírito comunitário, pela participação de todos na redução das desigualdades sociais e na promoção da solidariedade, tão necessária nos tempos que correm.

Em resumo, a Fundação que hoje aqui nasceu remete para as origens do Sport Lisboa e Benfica e será um instrumento essencial na defesa dos valores da cidadania.

Esta Fundação será aberta a toda a sociedade, independentemente da cor clubista, porque o que aqui realmente importa são os direitos sociais da nossa comunidade. A Fundação do Benfica dirige-se a todos os portugueses!

Mas se é verdade que a Fundação é aberta a todos, não é menos verdade que todos os benfiquistas podem, a partir de agora, servir a sociedade civil através desta Fundação.

Todos podem pôr ao serviço da comunidade os seus saberes, os seus contributos e a vontade de ajudar a construir um país mais solidário!

Quero deixar um aviso claro, antes de terminar a minha intervenção: a Fundação não se constituiu para ser mais uma. Para dizer que temos uma preocupação social. Nada disso!

A Fundação foi constituída para agir, para ter intervenção, para fazer e para dinamizar tudo o que puder e estiver ao seu alcance. E não ponho de lado, no futuro, quando abandonar a Presidência do Benfica, dedicar-me por inteiro à Fundação!

A Fundação não é de ninguém, mas de todos aqueles que vão dar parte do seu tempo e do seu esforço a ajudar os que mais necessitam! Este é o espírito que preside ao nascimento da FUNDAÇÃO BENFICA!

O primeiro passo foi dado, os próximos serão a passagem das instalações do Jardim do Regedor do Benfica para a sua Fundação, a instalação da mesma nesse espaço e, ainda, a constituição do Conselho Consultivo, aberto a pessoas idóneas, de várias áreas da sociedade, numa palavra a todos os que a quiserem servir!

A todos pediremos o mesmo: a maior disponibilidade e dedicação, num trabalho voluntário e não remunerado, porque estou certo que a maior retribuição que todos podemos aspirar virá da alegria que vamos poder proporcionar a muitas pessoas carenciadas.

Uma palavra final para destacar a pessoa de quem vai assumir as responsabilidades executivas da Fundação, Carlos Móia.

O seu perfil e o seu trajecto são a melhor garantia do trabalho que será desenvolvido. Pessoa amiga e sempre disponível, Carlos Móia é mais um que vai ajudar a Fundação a atingir os objectivos que todos aspiramos!

E agora mãos à obra!”


II

In Relatório e Contas do Exercício 2009-2010

“Na sequência da constituição jurídica da Fundação Benfica, a 27 de Janeiro de2009, e decorrido o respectivo período de incubação, a época 2009/2010 caracterizou-se, essencialmente, por um crescente nível de actividade no terreno desenvolvendo diversas actividades com o objectivo de contribuir para a qualidade de vida do ser humano, em particular de crianças e jovens em situação de risco e promovendo o desporto inclusivo. Nesse sentido, a Fundação deu continuidade à sua estruturação no seio do Grupo Benfica, interpretando o seu sentido de responsabilidade social e procurando conceber as acções e projectos que melhora materializassem.

Importa destacar a co-organização, com o Programa das Nações Unidas para  o Desenvolvimento (PNUD) e com o Sport Lisboa e Benfica, do VII Jogo Contra a Pobreza que decorreu no Estádio da Luz no dia 25 de Janeiro de 2010. Este evento,em virtude da catástrofe natural ocorrida no Haiti no dia 12 de Janeiro, passou a ter como objectivo a mobilização da sociedade civil no sentido de angariar receitas a favor das populações do Haiti. Nestes termos, foi possível reunir no Estádio cerca de 52.000 espectadores para assistir a um jogo amigável entre os Amigos de Zidane e Ronaldo e o Benfica All Star, sendo o valor total angariado de 584 mileuros.

Deste montante, foram transferidos para o PNUD 537 mil euros, facto que demonstra o enorme sucesso desta iniciativa.

Em paralelo, foram desenvolvidas quatro iniciativas “Benfica Faz Bem” através das quais se promoveu a interacção de atletas do Clube com diferentes públicos-alvomas, em particular, com alunos de escolas parceiras. O objectivo associado a estas iniciativas prende-se com o reforço da auto-estima, confiança, alegria, adopção de estilos de vida saudáveis e prevenção de comportamentos desviantes.

Outra actividade realizada durante este período foi a recolha de bolas, desenvolvida em parceria com o Banco de Bens Doados, que permitiu distribuir junto de crianças e jovens apoiadas por organizações de solidariedade social cerca de 100 bolas, que se constitui como um brinquedo capaz de gerar momentos de especial convívio e diversão promovendo, simultaneamente, a entreajuda e a cooperação. Relativamente ao passatempo “Benfica no Mundo das Crianças” que se iniciou na época passada, foi realizada uma cerimónia de entrega de prémios para os 3 vencedorese as 2 menções honrosas aquando do jogo SL Benfica vs Vitória de Guimarães a30 de Janeiro de 2010. Recorde-se que o passatempo apresentava como objectivo o desenvolvimento das capacidades cognitivas, sensoriais e artísticas dos alunos.

Finalmente, em resultado de todo o trabalho preparatório para o seu desenvolvimento,designadamente construindo as parcerias adequadas, foi possível iniciarem Fevereiro de 2010 o projecto-piloto Radial de Operações Fundação Benfica(“Para ti se não faltares!”), no concelho da Amadora. Trata-se de um projecto de capacitação e combate ao absentismo, abandono e insucesso escolar de crianças e jovens em risco.

É desenvolvido em parceria com a Câmara Municipal local, com os serviços locais do Estado, sobretudo em matéria de Segurança Social, e como agrupamento escolar frequentado pelos beneficiários. Foi, ainda, realizada uma avaliação e reformulação do projecto nos seus pressupostos, objectivos,abrangência temática e territorial e metodologia tendo em conta a sua melhoria e expansão na próxima época, coincidindo com o ano lectivo.”

Anúncios

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: